Setembro Amarelo 💛

Setembro Amarelo 💛

Todos os meses são importantes para nos olharmos com carinho. Mas setembro, em especial, foi o mês escolhido para a campanha de conscientização do valor da vida. 

A campanha leva o nome de “Setembro Amarelo” e busca despertar a atenção de todos para a saúde mental, tanto sua quanto do seu próximo.

Essa é uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (FCM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (BAP). Esse movimento ocorre no mês de setembro e, por isso, tem o nome de “Setembro Amarelo”.

 A escolha do mês se deve à proximidade do Dia Mundial da Prevenção ao Suicídio (10 de setembro), e a cor amarela fica por conta de Dale Emme e Darlene Emme que iniciaram uma campanha da fita amarela depois que seu filho Mike se suicidou com um carro amarelo.  No velório, uma cesta com cartões decorados com fitas amarelas tinham a mensagem "Se você precisar, peça ajuda."

Essa campanha divulga o tema, alerta a população sobre o suicídio, bem como visa a criação de eventos que abram debates sobre o tema, utilizando também a cor amarela para divulgação. Vale ressaltar que, durante a campanha, os locais públicos costumam ser iluminados com a luz amarela, como o Cristo Redentor.

De acordo com dados disponibilizados pelo Ministério da Saúde, tivemos um crescimento de 50% na taxa de suicídio entre mulheres, durante os anos de 2009 a 2019. Entre os homens, o aumentou 37%. Ao todo, tivemos uma média de 12 mil por ano.

Sabemos que a quarentena fez quadro piorar, não só número de violência doméstica, mas toda a situação de isolamento social trouxe à tona muitos problemas que estavam escondidos dentro de casa. Pesquisas mostram a sobrecarga especialmente para as mulheres, estão se dividindo em jornadas duplas ou triplas, se dividindo entre trabalho, afazeres da casa, filhos e cônjuges. Temos um conteúdo bem interessante sobre isso feito por nossa parceira psicóloga Eneida Lis, leia aqui. 

Durante o mês de setembro vamos focar nossas dicas de menstrual care para além da sua menstruação. Entendemos que menstruar é muito mais do que nos ensinaram, acreditamos que são ciclos de oscilações hormonais, mudanças de humor, pensamentos e emoções, mas também podem vir a ser ciclos de conexão e autocuidado.

Nesse mês, vamos conversar sobre como respeitar seu ciclo, respeitar seu corpo, respeitar seus limites e assim encontrar uma forma mais leve e menos culposa de lidar com o seu dia a dia. Afinal, um dia de cólica merece chocolate, descanso e filme de sessão da tarde, e tudo aquilo que te faz bem. Aproveitar tudo isso sem nenhuma culpa, já que precisamos nos permitir e aceitar dias improdutivos, para que tudo se acalme e dias produtivos possam surgir.

As mulheres jovens que sofrem violência doméstica têm maior risco de cometer suicídio. Pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde no período de 2011 a 2015 mostrou que mulheres que tinha notificação prévia de violência doméstica apresentavam 30 vezes maior risco de morrerem por suicídio quando comparadas com as mulheres sem notificação prévia de violência.

Mas então como podemos usar nosso ciclo ao nosso favor? Como encontrar no menstrual care uma reconexão com você? Mais que isso, como auxiliar outras mulheres que podem precisar da nossa ajuda para reencontrar o potencial dos seu ciclos, do autocuidado e assim o seu valor e de sua vida?

 

Você não está sozinha <3

E quando precisar, ligue 188 - CVV | Centro de Valorização da Vida

#BeYuper #VocêNãoEstáSozinha


Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados

Yuper App

Baixe o Yuper App e tenha acesso a conteúdos exclusivos escrito por nossas médicas parceiras e interaja com a comunidade. Disponível na app store e play store.

Pesquise no nosso site

Cesta

Sua cesta está vazia no momento :(