Psicóloga Eneida, parceira da Yuper: O trabalho home office para a realidade da vida das Mulheres

O trabalho home office/teletrabalho, em contexto pandêmico e a experiência de vida fusionada, com ênfase para a realidade da vida das Mulheres

 

Algumas ocupações trabalhistas mesmo antes da pandemia já permitia jornadas de trabalho em casa, o que em geral garantia para os adeptos certa comodidade, por não necessitar sair de casa para enfrentar trânsito, engarrafamento e outros estressores no deslocamento da ida até o trabalho.

Já a realidade dos trabalhadores que necessitaram se readequar a nova realidade de home office, foi um pouco mais desafiadora.

Houve a necessidade de articulação e estruturação de um espaço físico adaptado em algum ambiente dentro de casa, para garantir minimamente o lugar de trabalho.

O local utilizado para o labor em muitos momentos é o dormitório.É no quarto que a vida e a jornada de trabalho tem acontecido.

O quarto costuma ser um cômodo destinado ao descanso, a paz, ao sossego, ao sono reparador, depois de um dia puxado de trabalho, é onde nos revelamos de forma intima e  ficamos a vontade.

A fusão da esfera trabalhista juntamente com a área reservada para o descanso pode gerar uma anulação do pensamento livre e do repouso.

 Algumas pessoas já despertam com o computador ao lado da cama.

Nesta nova realidade o espaço físico de descanso, em certa medida perdeu sua localização livre e clara, uma vez que a fusão proporciona uma zona mista entre repousar & trabalhar, a concomitância de forças distintas existentes no mesmo espaço, pode deslocar ou anular a necessidade de repouso, uma vez que, as urgências e demandas do trabalho estão na altura dos olhos e se impõe se forma concreta e real dentro do quarto.

Os dados do Ministério Público do Trabalho apontam que 43% das causas de afastamento trabalhista são causados por adoecimento de saúde mental.

O que chamamos a atenção é para a necessidade de se pensar meios para que haja uma otimização de espaço físico, sobretudo consciência interna da necessidade de momentos de pausa, relaxamento e conexão consigo mesmo, para além desta nova realidade e necessidade de trabalho em casa.

A pausa, e a preservação de um momento claro de descanso se faz necessário como garantia de saúde física e mental.

Há uma marcação especial de gênero nesta dimensão de trabalho home office ou teletrabalho, a contemporaneidade trás entre tantas transformações sociais a marcação da mulher em jornadas triplas de trabalho. O cuidado com  os filhos, o emprego fora de casa, o que não exime a mesma das atribuições das rotinas e afazeres dentro de casa, instituído "naturalmente", ficando a cargo da mulher operacionalizar as funções domésticas e gerência do lar.  Logo, as mulheres possuem de maneira bem demarcada suas jornadas triplas, com ofício de casa, emprego e filhos. O espaço íntimo é quase que inexistente, já em um cenário dito normal.

A sobrecarga e a saturação de responsabilidades podem gerar prejuízos em saúde mental de forma mais acentuada para as mulheres,  a ênfase no autocuidado é alarmante e merece a devida atenção.

A construção de um momento ou "zona limpa" sem a coexistência do trabalho ou outras atribuições é um elemento central na promoção de autocuidado na cotidianidade.

A saúde mental sempre será uma aliada da boa qualidade de vida e bem-estar, ferramenta importante para que possamos executar um bom trabalho, portanto se faz necessário pensar alternativas para realojar, preservar ou garantir seu espaço de autocuidado, como forma não somente de evitar prejuízos em saúde mental, mas também de preservação de saúde emocional conexão com o feminino.

Um olhar para o mundo interior em meio ao turbilhão do lado de fora é o gesto de acalento que muitas vezes a mulher necessita, pode ser um abraço em si mesma depois de tantas tarefas desempenhadas.

E você como tem conseguido dar atenção a sua saúde mental neste período em home office. Conseguiu parar para se acolher?

 

Compartilhe conosco sua experiência.

 

Psicóloga Especialista no atendimento de Casal e Família.
CRP 06/122452
É de Serrana/SP, cidade sede do estudo de imunização em massa contra a COVID-19.

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados

Yuper App

Baixe o Yuper App e tenha acesso a conteúdos exclusivos escrito por nossas médicas parceiras e interaja com a comunidade. Disponível na app store e play store.

Pesquise no nosso site

Cesta

Sua cesta está vazia no momento :(